Primeira Organização Social (OS) criada no Brasil na área da Cultura

Em 1998 foi assinado o primeiro contrato de gestão para a administrar o recém inaugurado Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. À época ainda éramos o Instituto de Arte e Cultura do Ceará - IACC. Em 2023 chegaremos aos 25 anos de IDM, fazendo a gestão de 16 equipamentos e diversos projetos.

Fazemos a gestão de Experiências Formativas e de Fruição Cultural

Atuamos na gestão de experiências formativas e de fruição nas áreas de artes, patrimônio e memória, esporte, gastronomia social e meio ambiente. Nosso portfólio contempla a gestão de equipamentos e projetos com foco nessas experiências culturais.

MISSÃO

Realizar gestão cultural inovadora e democrática, nas áreas de formação, produção de conhecimento, e preservação e difusão de bens simbólicos, promovendo o desenvolvimento sociocultural.

VISÃO

Consolidar-se como uma instituição reconhecida pela gestão de excelência, que promove ações em rede voltadas para a sustentabilidade e o desenvolvimento sociocultural.

VALORES

>> ÉTICA

Integridade e responsabilidade em todas as ações

>> TRANSPARÊNCIA E EFICIÊNCIA

Fazer com competência e comunicar com responsabilidade

>> INTEGRAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

Tecer e fortalecer a rede

>> DIVERSIDADE

Promover inclusão, equidade e pluralidade

>> INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

Criatividade para construir o futuro

>> TRANSVERSALIDADE

A cultura como vetor de desenvolvimento social, artístico, econômico e ambiental

SOBRE O IDM

Fundado em 10 de março de 1998, o Instituto Dragão do Mar (IDM) é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), instituição privada e sem fins lucrativos que tem como missão o desenvolvimento sociocultural através da gestão cultural.

Primeira Organização Social (OS) criada no Brasil na área da Cultura, a qualificação do IDM como OS desde 3 de julho de 1998 possibilitou a celebração de contrato de gestão com a Secretaria da Cultura do Ceará para administrar o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), importante equipamento público cultural que nascia à época. Ao longo dos anos, o IDM se desenvolveu e passou a fazer também a gestão da Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho, Centro Cultural Bom Jardim, Escola Porto Iracema das Artes, Cineteatro São Luiz, Theatro José de Alencar, Escola Vila da Música, Casa de Saberes Cego Aderaldo, Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, Centro Cultural Porto Dragão, Biblioteca Estadual do Ceará, Centro de Formação Olímpica, Complexo Ambiental Mirante do Caldas, Complexo Ambiental e Gastronômico da Sabiaguaba e Casa de Antônio Conselheiro.

Atualmente, o IDM conta com mais de 350 colaboradores diretos e 131 indiretos. Adotamos um modelo de Gestão em Rede para acompanhar os 15 equipamentos públicos que o IDM opera. Entre eles, 12 fazem parte da Rede Pública de Equipamentos Culturais (Rece) da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ceará), principal e mais antiga parceira do IDM. Mais recentemente, o IDM firmou contrato também com a Secretaria do Esporte e Juventude do Ceará (SEJUV), gerindo o Centro de Formação Olímpica, e a Secretaria de Meio Ambiente do Ceará (SEMA), na gestão de dois Complexos Ambientais.

Com as 15 instituições, o IDM desenvolve programas de formação, produção de conhecimento e preservação e difusão de bens simbólicos, por meio de ações integradas no campo da cultura, transversal às áreas das artes, cultura alimentar, esporte, meio ambiente e economia dos bens simbólicos, atendendo crianças, jovens, adultos e idosos. Estes programas contribuem de forma significativa com o desenvolvimento de uma cultura local e regional sustentável.

PARCERIA